1º Projeto / Orçamento Participativo – Kayo Amado Vereador 43210

PROJETO DE ORÇAMENTO PARTICIPATIVO:
I)  Gastos públicos: a população também decide!
II) Objetivo geral: Implementar o Orçamento Participativo na Cidade de São Vicente.
III) Objetivo específico: permitir que os munícipes possam participar deliberar, discutir e opinar o destino de parcelas do orçamento público municipal, de modo a ampliar a participação popular nas decisões, a responsabilização sobre os políticos e a elite burocrática, bem como estimular a população no acompanhamento das políticas públicas municipais.

IV) Justificativa: O Orçamento Participativo é um mecanismo que permite ampliar a participação do cidadão nas decisões públicas bem como a responsabilização desses sobre seus representantes locais. Uma vez que o município de São Vicente possui mais de 330 mil habitantes, e seus cidadãos são representados indiretamente pelos seus vereadores e prefeito, a participação do munícipe diretamente sobre a escolha do destino do orçamento municipal torna-o mais ativo nas decisões e potencializa a participação da população no acompanhamento das políticas públicas bem como das contas públicas. Além disso, possibilita que a própria população possa criar soluções para os problemas públicos e direcionar receita municipal para a resolução das questões-problema identificadas.

Vale ressaltar que a etapa de DIVULGAÇÃO das reuniões de orçamento é FUNDAMENTAL para a eficácia do projeto, ou seja, o governo precisará informar com antecedência e insistência. Divulgando em rádio, TV, jornal, Faixas nos bairros, panfletos em escolas, listas de e-mail, etc. O Orçamento Participativo depende de ampla participação da sociedade para funcionar!

Vamos participar e atuar no que é NOSSO: SÃO VICENTE.

Vamos aprender com Amsterdã? SIM!

Essa foto foi enviada pelo meu amigo Bruno Martinelli, que estava em intercâmbio acadêmico pela Europa.

A cidade de AMSTERDÃ possui 750 mil habitantes e a incrível quantidade de 700 mil bicicletas, quase UMA por habitante.

.Imagem
Reparem na foto a ORGANIZAÇÃO do trânsito com um amplo espaço para ciclistas.
 
Segundo ele, há poucos carros nas ruas e o trânsito mesmo é de BICICLETAS.
 
Cada vez mais temos problemas de trânsito aqui em São Vicente, embora tenhamos uma cidade plana. O que falta para a bicicleta ser adotada de vez por nós?
 
Eu proponho um Plano Diretor de Ciclovias! Outras ações que fomentem o uso, como bicicletários públicos – seguros e gratuitos – ajudam nessa mudança!

A mudança passa por todos nós! CONTAGEM REGRESSIVA!

 
Confira meus projetos em: http://www.kayoamado.com.br/#!projetos