Sustentabilidade e Vontade Política: O caso de Bogotá.

Ser sustentável não é discurso. É prática.

Tornar um município sustentável demanda VONTADE POLÍTICA.

Vontade Política demanda ESCOLHA DEMOCRÁTICA.

A lógica é simples. E a prefeitura de Bogotá – Colômbia já entendeu a situação!

Reclamar do trânsito, reclamar da falta de áreas verdes, reclamar das poucas ciclovias, reclamar de TUDO, e ao chegar às eleições você simplesmente falar: “nenhum candidato me serve, são todos ruins”, sem ao menos ler suas propostas (de candidatos que tem propostas, obviamente, pois muitos não tem; mas daí você já pode, por exemplo, excluí-los da disputa), é algo completamente inaceitável.

Quando eu falo em vontade política, eu falo de, por exemplo, o caso de Bogotá, na Colômbia! America do Sul, galera. Não precisamos ir para Europa ou E.U.A. para encontrar bons projetos!

Confiram:

Mais Bicicletas e Ônibus, Menos Carros: A lógica de Bogotá-Colômbia.

“Em 1998, começa uma transformação no sistema de transporte de Bogotá. Até agora, foram construídos mais de 300 km de ciclovias, que se estendem desde as áreas de favelas e subúrbios até o centro da capital. O traçado inclui uma rede de lazer, faixas locais e um sistema longo em áreas verdes. O transporte público também foi melhorado. Não há metrô na cidade, mas o TransMilenio, um sistema rápido e acessível de ônibus, que conta com numerosas estações. Devido à restrição de veículos particulares no centro da cidade na hora do rush, pela implantação do sistema de rodízio, conjuntamente com o sistema de faixas preferenciais para transporte coletivo, esses ônibus funcionam três vezes mais rápido que um típico ônibus de Nova York, o que equivale a 28 km por hora. Além disso, com o programa “Domingo sem Carro”, cidadãos utilizam as vias públicas como parques abertos para a prática de esportes e lazer. Bogotá, pela viabilização do transporte sustentável, se tornou uma cidade mais segura, saudável e com maior integração social e econômica”

(Extraído do site “Programa Cidades Sustentáveis”)

Confira o texto na íntegra no link:  http://www.cidadessustentaveis.org.br/boas_praticas/exibir/43

Obrigado.