KAYO AMADO – A MAQUIAGEM ESTÁ RUINDO.

18/05/2017 – A Câmara Municipal de São Vicente não divulga sua pauta com a ordem do dia há duas semanas! Isso é grave! Hoje às 18h tem sessão. Se não soubermos o que vai ser votado, como podemos fiscalizar??
Tão breve teremos o fim do “estado de calamidade financeira” aprovado pelo prefeito e vereadores. Será que eles pretendem colocar o projeto da criação dos 15 cargos em votação novamente? Ou até mais cargos??? Como saberemos? Peço a ajuda de TODOS vocês para cobrar os vereadores por mais transparência! Conseguimos que a divulgação começasse a ocorrer, com pressão, no início do ano. Mas agora desandou novamente! Divulguem a pauta com antecedência, senhores!

Anúncios

KAYO AMADO – TRANSPARÊNCIA É TRANSPARÊNCIA. O RESTO É MAQUIAGEM

17/05/2017 – O governo Pedro Gouvêa não conseguiu nem planejar uma audiência pública decente para receber e ouvir os servidores vicentinos… Que dirá planejar as contas da cidade com transparência e responsabilidade. Um absurdo o que fizeram essa noite com os servidores. Gastaram 1h30 da noite deles, que tiveram que se amontoar no plenarinho pois não tiveram a capacidade de abrir o plenário. Governo falou, governo ordenou, governou acabou reunião. Isso é audiência PÚBLICA? Só num governo Velha Política, mesmo. Não dão direitos, nem voz. Vem pra linha de frente, Pedro. Fale com o servidor frente a frente numa audiência pública. A cidade real não pode ser de faz de conta.

Querem saber uma de minhas propostas? Divulga pra gente os cargos e salários de TODO MUNDO que tá no seu governo. Transparência total. Aí teremos a resposta do porquê a cidade não funciona. O resto é maquiagem.

KAYO AMADO – QUANDO PERDEMOS A CAPACIDADE DE DIALOGAR COM COERÊNCIA?

11/05/2017 – Tudo hoje em dia vira polêmica, vira briga, vira agressividade. As pessoas defendem tanto sua posição que não respeitam o tempo, o espaço, o entendimento do outro. Um mundo de convictos absolutos sobre todos os assuntos me assusta. Ainda mais quando pecamos na busca por informações originais, pelas fontes verdadeiras, pela verdade. O diálogo me seduz. Essa polarização midiática, não. Quando perdemos a capacidade de dialogar com coerência?

Fica a reflexão, mais uma vez.